Vacina pentavalente volta a ser aplicada em Londrina

Ticianna Mujalli
Ciência e saúde | Publicado em 20/01/2020 às 11:39

Foto: Governo do Estado de São Paulo/Agência Brasil

Londrina recebeu o primeiro lote de vacinas pentavalente e as doses já foram distribuídas para as Unidades Básicas de Saúde. Ao todo 3.800 doses foram entregues pelo Secretaria de Saúde do Paraná. Alguns postos tinham lista de espera, já que ela faz parte do calendário vacinal. A vacina garante proteção contra cinco doenças: difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria Haemophilus influenza tipo B (responsável por infecções no nariz e na garganta).

As doses estavam em falta na cidade desde novembro do ano passado. A pentavalente deve ser aplicada em três doses: em bebês com dois, quatro e seis meses de vida. Segundo o secretário de saúde Felippe Machado, ainda não é possível saber se a quantidade de vacina recebida será suficiente para a demanda normal e para a demanda represada.

Algumas unidades de saúde receberam entre 50 e 70 doses. O Paraná recebeu 44 mil vacinas pentavalente distribuídas pelo Ministério da Saúde, que ao todo, comprou 1,7 milhão de doses.

Segundo o Ministério, entre os meses de junho a dezembro do ano passado, a oferta da pentavalente foi irregular por causa de problemas com os fornecedores. Em julho de 2019, lotes do laboratório pré-qualificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) foram reprovados no teste de qualidade do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde e em análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em agosto, o Ministério da Saúde solicitou reposição do produto, mas, naquele momento, não havia disponibilidade imediata no mercado mundial.



Relacionados

Cascavel | 05-04-2020 11:53

Seis pacientes continuam internados com suspeita de coronavírus no HU

Seis pacientes continuam internados com suspeita de coronavírus no HU

Londrina | 04-04-2020 14:03

Londrina tem vacinação contra gripe para idosos que fizeram agendamento prévio

Londrina tem vacinação contra gripe para idosos que fizeram agendamento prévio

Londrina | 03-04-2020 22:18

"Não adianta o comércio ficar fechado e a rua lotada", afirma presidente da Acil

"Não adianta o comércio ficar fechado e a rua lotada", afirma presidente da Acil

Rolândia | 03-04-2020 19:41

Prefeito de Rolândia decreta estado de calamidade pública para conter a Covid-19

Prefeito de Rolândia decreta estado de calamidade pública para conter a Covid-19