No Twitter, Trump afirma: 'Hispânicos virão para o lado dos republicanos'

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 13/01/2019 às 14:35

Foto: Agência Brasil

Em uma série de tweets, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a defender a criação de um muro na fronteira do sul do país e a culpar os democratas pela paralisação parcial do governo norte-americano, que hoje chega ao vigésimo terceiro dia e já é o mais longo da história. Ele afirmou também que hispânicos devem passar a apoiar o Partido Republicano.

"Democratas dizem que o Daca não vale a pena e não querem incluí-lo nas conversas. Muitos hispânicos virão para o lado dos republicanos, vejam!", publicou ele em seu Twitter. O Daca é um programa que forneceu proteções e benefícios para jovens imigrantes que foram levados ao país ilegalmente quando eram crianças. No entanto, no passado, Trump já desistiu de um acordo com os democratas em que o Daca seria protegido em troca de mais investimentos em segurança nas fronteiras. Além disso, tribunais norte-americanos já deram decisões favoráveis à continuidade do programa.

"A construção do muro na fronteira do sul reduzirá a criminalidade por todo o país!", escreveu ele. Em seguida, o presidente afirmou: "Democratas estão em todos os lugares, exceto Washington, enquanto pessoas aguardam seus pagamentos. Eles estão se divertindo e não estão sequer conversando". Trump também afirmou que muitos imigrantes ilegais que cometeram crimes estão em cadeias do Texas, e que a maioria entrou no país pela fronteira do sul.



Relacionados

Mundo | 15-06-2019 06:50

Rússia conduziu teste irregular, diz Pentágono

Rússia conduziu teste irregular, diz Pentágono

Mundo | 15-06-2019 06:45

Mina de ouro desaba e mata 13 mineiros

Mina de ouro desaba e mata 13 mineiros

Mundo | 14-06-2019 08:15

EUA divulgam vídeo que indica envolvimento iraniano em ataque a petroleiros

EUA divulgam vídeo que indica envolvimento iraniano em ataque a petroleiros

Mundo | 13-06-2019 09:00

Manifestantes de Hong Kong anunciam grande protesto para domingo e greve na 2ª

Manifestantes de Hong Kong anunciam grande protesto para domingo e greve na 2ª