Putin pode se tornar imune a processos após deixar o cargo de presidente

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 19/02/2020 às 09:15

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pode se tornar imune a processos criminais após deixar a presidência. É o que prevê um item da reforma constitucional proposta por ele e analisada pelo Legislativo. Segundo o grupo de trabalho que avalia o projeto do Executivo, a ideia é tornar os ex-presidentes em senadores vitalícios, o que barraria processos judiciais contra eles.

"O presidente da Rússia, ao deixar de exercer seus poderes, tem imunidade. Temos esta (proposta)", disse Pavel Krasheninnikov, copresidente do grupo. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que não comentaria a proposta. Putin havia afirmado anteriormente que as mudanças passariam por plebiscito. (Com agências internacionais).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Relacionados

Mundo | 30-03-2020 08:19

Reino Unido: principal conselheiro do governo está com sintomas de coronavírus

Reino Unido: principal conselheiro do governo está com sintomas de coronavírus

Mundo | 30-03-2020 07:55

Coreia do Sul planeja novo orçamento suplementar para combater coronavírus

Coreia do Sul planeja novo orçamento suplementar para combater coronavírus

Mundo | 30-03-2020 06:30

Austrália anuncia estímulo adicional de US$ 80 bilhões, em resposta a coronavírus

Austrália anuncia estímulo adicional de US$ 80 bilhões, em resposta a coronavírus

Mundo | 29-03-2020 20:00

Trump diz que EUA realizarão 50 mil testes de coronavírus por dia

Trump diz que EUA realizarão 50 mil testes de coronavírus por dia