Trump decide não proibir uso de eletrônicos em voos da Europa para os EUA

Redação Tarobá News
Mundo | Publicado em 30/05/2017 às 20:00

Os Estados Unidos optaram nesta terça-feira por não proibirem computadores portáteis em aviões que voam da Europa para o território americano, embora o governo de Donald Trump tenha dito que essa possível ação permanece "na mesa" enquanto examina informações sobre ameaças terroristas.

De acordo com o site Político.com, fontes europeias afirmaram que o assunto parece fechado por enquanto, após duas semanas de negociações entre os dois lados. "Não há proibição", disse um funcionário da Comissão Europeia ao site, após uma teleconferência nesta terça-feira entre o secretário de Segurança Interna dos EUA, John Kelly, e dois de seus homólogos europeus.

Em um comunicado, o Departamento de Segurança Interna afirmou que Kelly e os europeus concordaram "com a necessidade de aumentar a segurança da aviação em todo o mundo, inclusive por meio de uma série de potenciais aprimoramentos que podem ou não ser notados". Ainda de acordo com o departamento, Kelly "afirmou que implementará todas e quaisquer medidas necessárias para garantir aeronaves comerciais que voam para os EUA - incluindo a proibição de grandes dispositivos eletrônicos na cabine de passageiros - caso o nível de inteligência e ameaça se justifique".



Relacionados

Mundo | 21-09-2018 12:10

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Mundo | 21-09-2018 11:00

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Mundo | 21-09-2018 10:10

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Mundo | 21-09-2018 09:55

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump