Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Vereadores aprovam verba de R$ 2 milhões para o setor cultural

24/10/23 às 17:27 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Câmara de Vereadores Londrina aprovou na sessão on-line desta terça-feira (24), o projeto de lei (PL) que autoriza a Prefeitura a destinar até R$ 2 milhões para entidades privadas que promovam atividades artísticas e culturais e que serão selecionadas por meio de chamamento público.


Os recursos são parte de uma verba de aproximadamente R$ 4,3 milhões enviada a Londrina pelo governo federal, por meio da lei complementar nº 195/2022  (Lei Paulo Gustavo). A norma federal prevê apoio financeiro aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios para garantir ações emergenciais direcionadas à cultura, especialmente ao setor audiovisual. O projeto teve 18 votos favoráveis e 1 contrário.


Enviado em regime de urgência pela Prefeitura, o PL prevê que, dos R$ 2 milhões, R$ 1,6 milhões serão destinados ao segmento Audiovisual e R$ 400 mil aos demais setores da Cultura. Na justificativa do projeto de lei, o prefeito afirma que o Município recebeu, em 14 de agosto deste ano, R$ 4.306.801,98 para a execução da Lei Paulo Gustavo até o final de dezembro, o que justificaria a urgência na tramitação. 

Leia mais:

Imagem de destaque
PROJETO CULTURAL

Rolândia recebe obras de Claude Monet através da realidade virtual

Imagem de destaque
DISTRIBUIÇÃO NAS ESCOLAS

Roney Marczak realiza evento de lançamento do áudio “Alegria de Viver”

Imagem de destaque
DIA 19 DE MARÇO

2º Encontro de Colecionadores de Veículos em Miniatura no Mercadão da Prochet

Imagem de destaque
PARA TODOS OS PÚBLICOS

Eventos culturais celebram os 88 anos de Londrina com atividades para todos os públicos


Conforme a lei federal, os recursos podem ser acessados por microempreendedores individuais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias. De acordo com a diretora de Patrimônio Histórico e Gestora Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Solange Cristina Batigliana, o restante dos R$ 4,3 milhões recebidos por Londrina será distribuído a pessoas físicas e a pessoas jurídicas sem finalidade lucrativa.


O único parlamentar que votou contra o PL, foi o vereador Santão (PSC). Ele disse discordar da destinação de recursos públicos para pessoas jurídicas com finalidade lucrativa. "Artistas poderão pegar dinheiro público e fazer shows cobrando ingressos?”, questionou.


Como o projeto tramita em regime de urgência, ele volta para discussão em segundo turno na próxima sessão, na quinta-feira (26).

© Copyright 2023 Grupo Tarobá