Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Chuva, trânsito lento e baixa abstenção marcam primeira fase do vestibular 2024

29/10/23 às 17:18 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) realiza, neste domingo (29), a a primeira fase do Vestibular 2024. A prova de Conhecimentos Gerais, composta de 60 questões de Artes, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática, Química e Sociologia, começou às 14h.


Pouco antes das 13h, o trânsito na Avenida Castelo Branco estava tranquilo. Os candidatos enfrentavam congestionamento apenas na rotatória que dá acesso ao campus. Agentes da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU) desviaram o fluxo, mantendo apenas um sentido, para agilizar o acesso à universidade.



Com o ritmo lento, muitos candidatos preferiram não arriscar a espera e enfrentaram a chuva fina, terminando o trajeto a pé.

Leia mais:

Imagem de destaque
EDUCAÇÃO

Abertas matrículas para formação de docentes em curso integrado ao ensino médio

Imagem de destaque
EM LONDRINA

Quatro novos colégios devem passar por consulta para Programa Cívico-Militar

Imagem de destaque
SAIBA MAIS

Nova lei estabelece como será feita a escolha de diretores das escolas municipais

Imagem de destaque
COLÉGIOS CÍVICO-MILITARES

Dezenove escolas do núcleo de Londrina participam de consulta pública


Sobre as condições climáticas e o trânsito, Isabele Dutra, candidata ao curso de Biomedicina, vinda de Rancharia - SP, comentou que precisou cortar a pé pela rodovia porque “estava ruim, muito ruim”.


Rafael Javarotti, de Itápolis (SP), contou que seguia de carro até à UEL, mas disse que “não teve jeito. No meio do caminho tive que vir a pé. Cheguei a tempo, porque de carro é perigoso atrasar. O trânsito ‘tá’ grande”.


Um grupo de estudantes de Dracena, interior de SP, contou que precisou deixar o Uber e terminar o trajeto a pé para chegar a tempo. O grupo comentou, ainda, que a caminhada “ajudou a aquecer e distrair a cabeça do nervosismo”.


O vestibular 2024 da UEL teve pouco mais de 16 mil inscritos. Além de Londrina, as provas estão sendo realizadas em Curitiba, Cascavel, Guarapuava e Umuarama.


Por volta das 13h30, milhares de vestibulandos se concentrara no Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), buscando o local de aplicação da prova.


Ronaldo da Luz Silva, professor, que esteve na UEL, levando o filho, reclamou da falta de sinalização que melhor orientasse os candidatos: “a gente fica perdido. Precisava ter mais plaquinhas indicando os locais das salas. A gente conta, apenas, com a orientação dos funcionários da universidade e os locais são bem difíceis de encontrar quando não os conhecemos” relata.


Os candidatos formaram filas em frente as salas e só puderam entrar após a conferência feita pelos fiscais. Sem celular e apenas com a caneta em mãos eles aguardaram até as 14h, quando, finalmente, as provas foram entregues. 


Segundo Sandra Garcia, coordenadora da Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops), a taxa de abstenção ficou em 10,65%, ou seja, 1.731 candidatos ausentes.


Essa foi a menor taxa de abstanção desde antes da pandemia.


"Era o que nós esperávamos. A baixa foi no processo de inscrição, mas os alunos que fizeram a inscrição para a UEL, fariam o vestibular da UEL".


Em Londrina 9% dos candidatos não compareceram para fazer a prova; em Umuarama e Cascavel 14% e em Curitiba a desistência foi de 15%. A maior abstenção ocorreu em Guarapuava: 25% em decorrência dos problemas causados pessoas chuvas na região.


"Neste caso, nós, infelizmente, não temos o que fazer. Nossa prova é elaborada durante seis meses, não é um banco de dados, de onde tiramos uma prova de um dia para o outro (...). A prova foi aplicada, dentro das normas e regimentos da Universidade, e não tem uma outra opção".


O resultado oficial será divulgado em duas semanas, no dia 13 de novembro.


A segunda fase será realizada nos dias 26, 27 e 28 de novembro.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá