Linha 4

Publicidade

Especialista alerta para cuidados extras com os pets no inverno

Redação Tarobá News

Pixabay

O inverno chegou e a primeira onda intensa de frio será registrada nesta semana nos estados do sul do Brasil. Muitas pessoas acreditam que apenas a pelagem dos animais é suficiente para mantê-los aquecidos e protegidos contra o frio, o que não é verdade.

A professora do curso de Medicina Veterinária da Unopar, Juliana Talita Lima das Mercês, explica que é importante manter tanto gatos quanto cachorros aquecidos, com mantas em suas casinhas e em um espaço coberto. Também vale evitar o sereno, muito comum no inverno, pois os animais podem sofrer hipotermia e, em alguns casos, vir a óbito.

A especialista também chama a atenção para as vacinas, que devem estar em dia para evitar doenças que circulam com maior intensidade no inverno. “As vacinas evitam que doenças como traqueobronquite infecciosa canina, rinotraqueíte felina, asma e bronquite se intensifique, o que pode levar ao desenvolvimento de uma pneumonia”, explica a professora.

O banho no inverno também é outro ponto que precisa de muita atenção. A especialista destaca que é necessário que seja utilizada água morna e eles devem acontecer em ambiente interno. A secagem deve ser bem-feita com toalhas secas e secador. Além disso, é importante se atentar aos passeios. “Nessa época do ano eles precisam ser controlados, evitando horários em que as temperaturas estão mais baixas, como início da manhã. Opte pelos passeios no horário do almoço, quando a temperatura está mais agradável”, relata.

Dicas para aves
Nos últimos anos, algumas aves se popularizaram com animais de estimação, como é o caso das calopsitas. A professora revela que elas precisam ser mantidas afastadas do frio de correntes de ar, pois são extremamente frágeis. Quando recolher a gaiola evite colocar a ave na cozinha, pois é um lugar com muitos cheiros e química, o que é prejudicial à saúde do pássaro. Vale lembrar que nenhuma dica substitui o acompanhamento de um veterinário especialista em aves. Aves como as calopsitas e periquitos, podem desenvolver problemas respiratórios nesta época, então é bom ficar de olho no comportamento deles e procurar um profissional.

(Com assessoria)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.