Linha 4

Publicidade

Primavera é a estação ideal para plantar novas mudas

Redação Tarobá News

Pixabay

A estação mais colorida do ano está chegando, dia 22 de setembro inicia a primavera. As ruas ficam mais floridas e o clima inspira as pessoas que gostam a plantarem algo novo e cultivarem. É o momento ideal para plantar, replantar e começar novos projetos no jardim. Nessa época, a incidência solar aumenta e as plantas recebem mais água de chuva.

Para ajudar aqueles que vão se aventurar na jardinagem, a Editora Senac São Paulo separou algumas dicas para o plantio, retiradas do livro Jardinagem Profissional.

Plantio em vaso
A escolha do vaso requer atenção. Por isso, é preciso considerar o tipo de planta e suas necessidades: não podemos colocar uma planta de caule longo ou de raízes fortes em um vaso pequeno, por exemplo. O livro traz outras dicas, como:
• Verifique o local em que os vasos serão posicionados. É preciso ter espaço para o vaso e para a planta depois de crescida;
• Avalie se o piso do local suportará o peso dos vasos, principalmente no caso de lajes ou terrenos compactados;
• Lembre-se de que vasos de grandes dimensões, depois de montados, ficam muito pesados, dificultando sua movimentação;
• O tamanho que as plantas vão atingir após seu desenvolvimento é o fator determinante para a escolha do tamanho dos vasos. Vasos pequenos podem ser utilizados para o crescimento das mudas, porém para o plantio definitivo, é preciso prever o tamanho das plantas quando adultas.

A escolha do vaso
É possível encontrar vasos e potes de diversos materiais. Os de barro e cerâmica são pesados e frágeis e, devido suas paredes porosas, não são indicados para climas quentes, pois facilitam a perda de água por evaporação. Existem opções de vasos de pedra ou concreto que são resistentes e duradouros, porém pesados. Os vasos de PVC (material plástico) são leves e resistentes, além de terem baixa porosidade. São mais baratos e estão disponíveis em várias cores, imitando outros materiais.

O vaso escolhido, de qualquer material ou formato, deverá ser capaz de controlar a umidade do solo, proporcionando uma boa drenagem, de modo que evite acúmulo de água, que pode apodrecer as raízes e nos fazer perder a planta.

Após o plantio
A cobertura do solo é o primeiro passo para o sucesso do plantio. Ele pode ser feito com plantas de forração, materiais orgânicos ou materiais de origem mineral. Essa cobertura reduz a transpiração do solo e conserva a umidade, mantendo o solo fresco, além de impedir crescimento de ervas daninhas e proteger a estrutura mineral e os nutrientes.

Após o plantio se atente a primeira rega, ela deve ser abundante, para eliminar bolhas de ar que podem ter ficado no substrato e assentar o torrão. De maneira geral, a irrigação deverá ser feita preferencialmente nas primeiras horas da manhã ou ao cair da tarde, e nunca as horas de maior insolação. A rega nos três primeiros meses é importante, pois a planta ainda não enraizou o suficiente para garantir sua subsistência nos momentos mais secos.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.