Linha 4

Publicidade

Chico Brasileiro conhece projeto da Nova Ferroeste, que inclui ramal em Foz do Iguaçu

Redação Tarobá News

Foto: Assessoria

O prefeito Chico Brasileiro participou nesta segunda-feira (21), em Curitiba, do encontro do Grupo de Trabalho do Plano Estadual Ferroviário, que trata do projeto da Nova Ferroeste. Além de Foz, havia prefeitos de outros oito municípios do Oeste do Paraná que serão beneficiados com novos ramais ferroviários, um deles entre Cascavel e Guaíra e outro entre Guaíra e Foz do Iguaçu.

Na reunião, presidida pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e com participação do deputado estadual Hussei Braki, Chico Brasileiro defendeu a integração da futura ferrovia com a hidrovia do Rio Paraná. Disse esperar, ainda, que a iniciativa contemple o turismo, com trens especiais ligando o Litoral do Estado a Foz do Iguaçu.

Além dos dois ramais em Guaíra e Foz, o projeto da Nova Ferroeste prevê a construção de uma ferrovia entre Maracaju (MS) e Cascavel, um novo traçado entre Guarapuava e Paranaguá e a revitalização do atual trecho da Ferroeste, entre Cascavel e Guarapuava.

No encontro, foram apresentados aos prefeitos os primeiros levantamentos em relação ao traçado e à capacidade da nova ferrovia.

A nova malha ferroviária terá 1.285 quilômetros de extensão total. A construção da ferrovia terá um grande impacto na logística nacional, diminuindo custos e ampliando a capacidade de exportação. A expectativa é que os estudos de viabilidade sejam finalizados em setembro, e os estudos de impacto ambiental em novembro.

"Quando tivermos a ferrovia, Foz do Iguaçu vai fortalecer ainda mais sua vocação de 'hub' logístico regional, porque o trajeto ferroviário vai se somar à Ponte da Integração e à Perimetral Leste", disse o prefeito. Ele acrescentou que a ferrovia vai viabilizar ainda o transporte de cargas na hidrovia do Rio Paraná, funcionando como uma ligação entre as áreas a montante e a jusante da usina de Itaipu.

Para o prefeito, nesse momento o mais importante é que já existe um grupo de trabalho, formado pelo Governo do Estado, para que o projeto seja levado adiante e muito em breve se torne realidade.

Assessoria

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade