Linha 4

Publicidade

Direção pode ser responsabilizada em caso de surto de covid em escola, diz APP

Redação Tarobá News

A APP-Sindicato, que representa professores da rede estadual, indica que os profissionais podem entrar em greve. A informação é da base de Londrina, que aponta que a possibilidade de uma retomada das aulas, mesmo que no sistema híbrido, com aulas presenciais e online, coloca a entidade em alerta.

“Já fizemos uma assembleia há dois meses, quando sentimos que havia essa pressão e entendemos que não há condições sanitária para a volta presencial”, disse o presidente APP-Sindicato, Márcio Ribeiro

As aulas em algumas escolas estaduais foram retomadas nesta segunda-feira (10). Em Londrina, as salas de aula continuam vazias. Ainda não há data definida para a retomada por aqui. Um decreto mantém suspensas as aulas presenciais nas escolas municipais até o fim de semana. Em Londrina, segundo a APP, há um número elevado de professores e funcionários que fazem parte dos grupos de risco. Em toda a região, apenas que atuam no estado, são cerca de 15 mil profissionais.

“Pesquisa ci4entificas com dados do Paraná e de Londrina apontam que não há possibilidade de volta às aulas em segurança sem que haja a imunização mínima de 70% da população”, comenta Ribeiro.

Para a APP, o risco de um surto dentro da escola é muito grande e, nesse caso, a direção poderia até ser responsabilizada.

“Nós estamos alertando: não assuma essa responsabilidade. Se acontecer o pior dentro de qualquer comunidade escolar, o responsável será o diretor da escola”.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade