Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

UEL já promoveu 1,6 mil projetos e programas de extensão em 52 anos

10/10/23 às 10:55 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) divulgou um balanço das suas ações extensionistas. De acordo com a instituição, 1.412 projetos e programas de extensão foram concluídos e 276 estão em execução nestas mais de cinco décadas de atividades. A contagem, registrada via Sistemas UEL, corresponde a um total de 1.688 iniciativas extensionistas que beneficiam diretamente a população.


As ações abrangem nove áreas temáticas: comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio ambiente; saúde animal; saúde humana; tecnologia e produção; e trabalho.


A pró-reitora de Extensão, Cultura e Sociedade (Proex), Zilda Andrade, cita o alcance de um dos 276 projetos em andamento. A iniciativa analisa a potabilidade da água em 21 municípios que compõe a 17ª Regional de Saúde do Paraná. “Análise de água tratada e in natura para consumo humano” é o título do projeto coordenado pelo professor Sérgio Paulo Dejato da Rocha, do Departamento de Microbiologia (CCB).

Leia mais:

Imagem de destaque
EDUCAÇÃO

Abertas matrículas para formação de docentes em curso integrado ao ensino médio

Imagem de destaque
EM LONDRINA

Quatro novos colégios devem passar por consulta para Programa Cívico-Militar

Imagem de destaque
SAIBA MAIS

Nova lei estabelece como será feita a escolha de diretores das escolas municipais

Imagem de destaque
COLÉGIOS CÍVICO-MILITARES

Dezenove escolas do núcleo de Londrina participam de consulta pública


Além da população de Londrina, o projeto abrange os municípios de Alvorada do Sul, Assaí, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Ibiporã, Jaguapitã, Jataizinho, Lupionópolis, Miraselva, Pitangueiras, Porecatu, Prado Ferreira, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana. A ação beneficia, ainda, cerca de 1 milhão de pessoas.


Outras ações envolvem atendimentos jurídicos para mulheres, construção de projetos de engenharia para municípios e atenção à saúde bucal da comunidade.


"A extensão universitária é a articulação do conhecimento científico resultante do ensino e da pesquisa às necessidades da comunidade, interagindo e transformando a realidade social. É, portanto, campo fundamental para a formação do estudante", diz Zilda.


A pró-reitora informa que a UEL tem, hoje, 3.529 alunos de graduação e pós-graduação envolvidos em programas e projetos, além de 568 colaboradores externos.


Os números já refletem a Creditação Curricular da Extensão, que passou a vigorar no ano letivo de 2023 em todos os cursos de graduação. A medida segue as diretrizes para a extensão no ensino superior, estabelecidas pela Resolução nº 7, de 18 de dezembro de 2018, do Conselho Nacional de Educação (CNE), e consiste em que cada estudante cumpra, no mínimo, 10% da carga horária total de seu curso de graduação em Atividades Acadêmicas de Extensão como projetos, programas, cursos e eventos.


Segundo a pró-reitora, este é um grande passo para incentivar e reforçar o vínculo entre estudante e comunidade, aprimorar o aprendizado através da vivência prática, possibilitando um diálogo mais realista entre a pesquisa, a execução dos projetos e o comprometimento e envolvimento com a sociedade.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá