UTFPR ofertará 176 vagas para cursos de graduação

Redação Tarobá News
Educação | Publicado em 19/12/2019 às 10:19

O ingresso na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) se dá exclusivamente por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que estará com as inscrições abertas de 21 a 24 de janeiro. Em Francisco Beltrão serão abertas 44 vagas em cada um dos quatro cursos ofertados no câmpus: Engenharia Ambiental, Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e Licenciatura em Informática. O Sisu utilizará a nota do Enem 2019 para selecionar os calouros da universidade.

O resultado da seleção será divulgado dia 28 de janeiro. Quem não conseguir a vaga em primeira chamada (na primeira ou segunda opção de curso) pode optar por permanecer na lista de espera de 29 de janeiro a 4 de fevereiro.

O processo adota a Lei das Cotas, que reserva 50% das vagas para as categorias relacionadas à renda familiar, ao curso integral do ensino médio em escolas públicas, à deficiência e à autodeclaração como pretos, pardos ou indígenas.

As notas de classificação vão ser definidas com base na relação de pesos a serem aplicados nas disciplinas do Enem, de acordo com o curso pretendido. Além disso, é possível verificar as maiores e menores notas dos ingressantes nas últimas edições da seleção.

A instituição é pública (gratuita), apoia e oferta diversas possibilidades aos seus alunos. Seus câmpus possuem Núcleos de Assistência Estudantil para acompanhar seus estudantes e oferece bolsas e programas referentes a auxílio-estudantil, apoio em eventos, bolsa-permanência, nutrição, protagonismo estudantil e qualidade de vida. Além disso há ainda a opção de fazer a dupla diplomação em universidade que possuem parceria com os cursos ofertados no câmpus Francisco Beltrão.


Agronomia ficou para 2020
O câmpus da UTFPR Francisco Beltrão vem trabalhando ao longo deste ano para ofertar o curso de Agronomia. De acordo com o diretor-geral, Alexandre Alfaro, “não será possível oferecer as vagas já no primeiro semestre de 2020 como havíamos planejado, pois dependemos do cumprimento de todos os trâmites nas câmaras técnicas internas da universidade”, esclarece o diretor.

As câmaras técnicas têm como um dos objetivos lapidar o curso e trabalhar para que o projeto satisfaça os anseios. “É um trabalho que algumas vezes acaba sendo mais moroso do que o esperado contudo é muito importante para garantir, no nosso caso, que o curso seja inovador como propomos e que trate a Agronomia de uma maneira diferenciada”, finaliza Alfaro.
O futuro curso deve ter 44 vagas a serem ofertadas a cada semestre. Deve ser um curso com aulas de tarde e noite.


Jornal de Beltrão



Relacionados

Londrina | 20-02-2020 12:07

Ranking destaca UEL na 24ª colocação entre Universidades brasileiras

Ranking destaca UEL na 24ª colocação entre Universidades brasileiras

Cascavel | 20-02-2020 09:51

Abertas inscrições para cursinho Pré-Vestibular da Unioeste

Abertas inscrições para cursinho Pré-Vestibular da Unioeste

Londrina | 20-02-2020 07:49

UEL: prazo de pré-matrícula termina hoje para 3ª convocação

UEL: prazo de pré-matrícula termina hoje para 3ª convocação

Cascavel | 19-02-2020 17:19

Prefeito Paranhos determina recolhimento de jaquetas do uniforme que apresentaram problemas

Prefeito Paranhos determina recolhimento de jaquetas do uniforme que apresentaram problemas

PUBLICIDADE