Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Duplicação BR-163: Escolhida empresa que fará sinalização para liberar trechos já concluídos

10/08/22 às 14:21 - Escrito por Claudia Neis

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) divulgou no início da tarde desta quarta-feira (10) a empresa vencedora da licitação que prevê a realização do chamado agulhamento, que através de sinalização fará a conexão da pista antiga da BR-163, com a pista nova, cerca de 21km de trecho já duplicado, mas ainda não liberado para utilização. 


Quatro empresas participaram do certame que tinha como valor máximo R$ 55.477.977,96.


A empresa vencedora, que apresentou menor preço para a realização dos trabalhos, foi a Pavimentacoes e Terraplenagens Schmitt LTDA, com sede em Guarapuava. A proposta apresentada foi de R$ 51.778.307,50. 

A reportagem solicitou ao Dnit informações sobre os próximos passos e previsão de inícios dos trabalhos, mas ainda não houve retorno.


Leia mais:

Dnit publica licitação para liberar trechos da BR-163


Duplicação da BR-163


A obra de duplicação do trecho iniciou em 2014 e até agora somente a etapa entre Cascavel e Lindoeste foi concluída. De Lindoeste até Marmelândia há vários segmentos de pista duplicada, porém, sem possibilidade de uso por falta de sinalização. Outro exemplo é a nova ponte sobre o rio Iguaçu, em Capitão Leônidas Marques, pronta, mas nunca utilizada.


O edital não trata de uma retomada da obra, e sim de um paliativo para a eliminação de pontos críticos.  

A licitação contempla também o trecho entre Toledo e Marechal Cândido Rondon, além da BR-467, entre Cascavel e Toledo. Estão previstos serviços de sinalização horizontal e vertical, manutenção, roçada, limpeza e melhorias da pista.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá