Ex-diretor do FBI demitido por Trump deve falar no Senado no dia 8 de junho

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 01/06/2017 às 14:01

O ex-diretor do Departamento Federal de Investigação (FBI), James Comey, deve testemunhar no dia 8 de junho no Comitê de Inteligência do Senado dos Estados Unidos, que investiga as atividades da Rússia durante a corrida presidencial do país em 2016.

Segundo o Comitê de Inteligência, o testemunho de Comey ocorrerá em uma sessão aberta, seguida por uma sessão fechada.

O presidente do Comitê, do Partido Republicano, afirmou que os membros do painel querem ouvir de Comey sobre seu papel no desenvolvimento da avaliação das agências de Inteligência de que a Rússia interferiu nas eleições presidenciais americanas.

Eles ainda esperam que o testemunho de Comey responda questões polêmicas que surgiram desde sua demissão do cargo de chefe do FBI pelo presidente do país, Donald Trump. Fonte: Associated Press.



Relacionados

Mundo | 21-09-2018 12:10

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Três bebês e dois adultos são esfaqueados em creche de Nova York

Mundo | 21-09-2018 11:00

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Ao menos 100 morreram após naufrágio de balsa na Tanzânia

Mundo | 21-09-2018 10:10

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Temendo intervenção, Maduro evita termo 'crise humanitária'

Mundo | 21-09-2018 09:55

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump

Nos EUA, procurador interroga ex-advogado de Trump