Macron e líderes participam de celebração da Queda da Bastilha

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 14/07/2019 às 10:30

Líderes europeus, incluindo a chanceler alemã Angela Merkel, se uniram ao presidente francês Emmanuel Macron no domingo para a tradicional parada militar do Dia da Bastilha em Paris, que completa 230 anos este ano e homenageou a cooperação militar européia. Depois de percorrer a icônica avenida Champs Elysees em um veículo militar escoltado por motocicletas e uma procissão de cavalaria, Macron se juntou a líderes que incluíram o primeiro-ministro holandês Mark Rutte e o presidente português Marcelo Rebelo de Sousa para o desfile, que começou com uma demonstração de inovações tecnológicas.

As atrações incluíam equipamento militar de alta tecnologia, como drones, veículos autônomos em miniatura, soldados armados com armas anti-drone e o que parecia ser um "soldado voador" - um homem que voava no ar em um flyboard, atraindo aplausos dos líderes e espectadores. O Dia da Bastilha comemora a tomada da prisão da Bastilha em 1789, um dos principais eventos da Revolução Francesa. O dia tornou-se um feriado nacional na França.

Cerca de 4.300 soldados, 200 veículos e mais de 100 aeronaves, algumas de outros países europeus, participam do desfile aberto por tropas espanholas. Em uma mensagem do Dia da Bastilha para o povo francês publicada antes do desfile, Macron disse que queria destacar o compromisso irrevogável da França para consolidar a segurança francesa e européia.

"Nunca desde o final da Segunda Guerra Mundial a Europa foi tão necessária. A construção de uma Europa, em conexão com a Aliança Atlântica... é uma prioridade para França. É o tema deste desfile ", disse Macron. "Trabalhar em conjunto e reforçar a nossa capacidade de agir coletivamente é um dos desafios que a Força Europeia de Intervenção, juntamente com outros projetos europeus, quer abordar", acrescentou.

A Força Europeia de Intervenção é uma coalizão de forças armadas européias de dez países pronta para reagir a crises. A iniciativa liderada pela França, que inclui Alemanha, Bélgica, Grã-Bretanha, Dinamarca, Estônia, Holanda, Espanha e Portugal, foi lançada no ano passado.



Relacionados

Mundo | 17-08-2019 19:40

Militares e civis do Sudão firmam acordo histórico para transição democrática

Militares e civis do Sudão firmam acordo histórico para transição democrática

Mundo | 17-08-2019 18:55

Israel diz que três mísseis foram lançados da Faixa de Gaza em direção ao país

Israel diz que três mísseis foram lançados da Faixa de Gaza em direção ao país

Mundo | 17-08-2019 10:40

Incêndio é controlado em campo saudita de petróleo após ataque

Incêndio é controlado em campo saudita de petróleo após ataque

Mundo | 17-08-2019 08:45

Pelosi diz que laço com Israel pode resistir à 'fraqueza' de Trump e Netanyahu

Pelosi diz que laço com Israel pode resistir à 'fraqueza' de Trump e Netanyahu