Várias empresas confirmam ataques cibernéticos

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 27/06/2017 às 21:15

Companhias globais confirmaram que sofreram com ataques cibernéticos significativos nesta terça-feira contra seus sistemas de computação. A gigante dos transportes e energia A.P. Moeller-Maersk, a agência de propaganda WPP Group e a estatal russa do petróleo Rosneft estiveram entre as empresas atingidas.

Não está claro como, ou mesmo se, os ataques estão relacionados, mas eles se disseminaram simultaneamente pela Europa e, em menor medida, pelos Estados Unidos. A Ucrânia confirmou que uma versão de um vírus WannaCry atingiu os sistemas de computadores do governo na terça-feira.

A extensão dos problemas operacionais ainda não estava clara, nas empresas afetadas. A Rosneft disse que o "grande ataque hacker" poderia ter consequências sérias, mas que sua produção de petróleo não havia sido afetada. O site da companhia chegou a ser derrubado nesta terça-feira.

A gigante dinamarquesa Maersk disse que seu sistema de computadores foi derrubado. A companhia controla a Maersk Line, maior operadora global de contêineres em capacidade.

O conglomerado de publicidade WPP, sediado em Londres, afirmou que seus sistemas de tecnologia da informação foram afetados. A companhia disse que avaliava a situação e tomaria as medidas apropriadas. Fonte: Dow Jones Newswires.



Relacionados

Mundo | 21-07-2018 13:40

Corpos das últimas vítimas de naufrágio nos EUA são resgatados

Corpos das últimas vítimas de naufrágio nos EUA são resgatados

Mundo | 21-07-2018 09:45

Trump diz que não fez nada de errado, após notícia sobre pagamento a modelo

Trump diz que não fez nada de errado, após notícia sobre pagamento a modelo

Mundo | 21-07-2018 09:40

Israel e Hamas concordam em cessar-fogo após mortes na Faixa de Gaza

Israel e Hamas concordam em cessar-fogo após mortes na Faixa de Gaza

Mundo | 21-07-2018 09:40

Esforço de Putin por referendo no leste da Ucrânia é rejeitado pela Casa Branca

Esforço de Putin por referendo no leste da Ucrânia é rejeitado pela Casa Branca